Conheça 15 ferramentas do Google para promoção online de um negócio

ferramentas do google

Já não é mais segredo para ninguém que, em quase tudo o que fazemos nos dias de hoje, a gigante das buscas está presente. Existem ferramentas do Google para as mais diversas finalidades, desde as mais conhecidas, como as de pesquisa e localização, até as de análise e planejamento de campanhas, mais utilizadas por profissionais de marketing e publicidade.

Se o seu objetivo é promover um negócio nos meios online, não há como escapar de usar o conjunto de ferramentas do Google para marketing criado para essa tarefa. Por meio dos recursos disponibilizados pela empresa, é possível criar e incluir anúncios tanto nos resultados de pesquisa quanto em sites de conteúdo. Além disso, é possível fazer otimizações em sites ou blogs, descobrir a relevância de uma palavra-chave, analisar resultados de campanhas e muito mais.

Para ajudá-lo a descobrir quais são as principais ferramentas do Google indicadas para promover o seu negócio é que criamos este post. Aqui, você descobrirá quais são as mais utilizadas para fins de publicidade e marketing e entenderá para que servem e como empregá-las. Confira!

15 ferramentas do Google para a promoção online de um negócio

1. Google Ads

É o equivalente ao antigo Google Adwords. Por meio do Ads, os anunciantes podem inserir anúncios pagos na SERP (Search Engine Results Page), no YouTube e na rede de sites parceiros do Google.

No Google Ads, é possível criar anúncios de texto, de imagem ou em vídeos, inclusive utilizando ferramentas nativas da plataforma de anúncios. Com ela, também se definem lances para as palavras-chave e, ainda, são criadas listas de remarketing que servem para reimpactar a audiência que demonstrou interesse por determinado produto ou serviço.

2. Google AdSense

O Google AdSense é o outro lado do Google Ads. Os anúncios feitos por meio do Ads são distribuídos no AdSense entre os produtores de conteúdos cadastrados, que ganham por clique ou exibição de anúncios em seus domínios.

Se você tem um blog, por exemplo, é por meio do AdSense que você consegue monetizar o conteúdo que publica, disponibilizando espaço para os anunciantes do Google Ads, relacionados aos assuntos que você aborda.

3. Google My Business

Sabe quando você pesquisa por uma empresa no Google e, logo na lateral, aparece uma série de informações sobre aquela organização? Se você visualiza essas informações, isso significa que aquela empresa fez a lição de casa da forma certa.

CADERNO-2019 Conheça 15 ferramentas do Google para promoção online de um negócio

O Google My Business, mais conhecido no Brasil como Meu Negócio, é a ferramenta que permite a inclusão do seu estabelecimento no Google Maps. Com isso, a sua empresa terá um maior acesso aos recursos de geolocalização oferecidos pela plataforma.

As empresas validadas por meio do My Business têm mais chances de aparecer, tanto na SERP quanto no Maps, quando o usuário pesquisa pelo produto ou serviço que elas comercializam. Além disso, as informações exibidas são muito mais completas e filtradas também pela localização.

Ou seja, quanto mais perto a sua empresa estiver do usuário que fez a pesquisa, fisicamente, maiores serão as chances de ela aparecer entre os primeiros resultados, principalmente quando tem as informações de localização e contato confirmadas pelo Google.

4. Google Search Console

O Search Console faz parte do Google Webmaster Tools. Ele é utilizado por desenvolvedores para tornar o site mais acessível aos robôs do Google. Por meio dele, é possível “forçar” a indexação de novas páginas, informando à ferramenta sobre a existência delas.

Além disso, ela também aponta quais otimizações são necessárias nos dados estruturados das páginas, para que sejam acrescentados Rich Snipets, que deixarão as suas páginas ainda mais atrativas quando exibidas nos resultados.

No Search Console, também são encontrados alguns recursos de análise, como informações sobre o tráfego de pesquisa para cada palavra-chave utilizada no site.

5. Google Keyword Planner

O Keyword Planner faz parte do Google Ads. Como o nome já indica, serve para planejar as palavras-chave que são mais relevantes para cada anúncio. Por meio do recurso, é possível ter acesso a estatísticas de busca de cada termo, assim como a uma previsão do preço de cada palavra no leilão.

Mesmo quem não está criando uma campanha no Google Ads utiliza a ferramenta para obter ideias e dados sobre palavras-chave relacionadas aos produtos e serviços que comercializa.

6. Google Suggest

Sabe quando você começa a digitar uma palavra-chave na barra de pesquisa do Google e ele se antecipa mostrando uma lista de opções relacionadas? Isso é o Suggest do Google, que também é muito útil na hora de planejar campanhas baseadas em termos de pesquisa.

Por ali, é possível ter ainda mais ideias sobre o que os usuários podem pesquisar para obter o endereço do seu site como resultado. Normalmente, as sugestões exibidas ali têm um alto volume de pesquisas e valem a pena ser exploradas.

7. Google Trends

O Google Trends ajuda os profissionais de marketing a entenderem a evolução das pesquisas por determinados termos ao longo do tempo. Com essas informações sobre aumento ou queda nas pesquisas de algum assunto, é possível identificar tendências, com base, inclusive, em sazonalidades e acontecimentos ao redor do mundo.

Por exemplo, é possível descobrir quais tipos de produtos são mais procurados na época da Black Friday ou do Natal. No entanto, não com base em achismos e, sim, em dados concretos sobre as pesquisas realizadas no mesmo período em anos anteriores.

8. Google Adwords

Quer que seus clientes o encontrem no momento exato em que realizam pesquisas no mais conceituado mecanismo de buscas do mundo? Então, o Adwords é uma das ferramentas do Google para marketing que você precisa conhecer.

Uma de suas vantagens é que você só paga quando os usuários clicam em seus anúncios para visitar seu site ou para ligar para a sua empresa.

9. Google Alerts

Quem atua em qualquer área que lida com tecnologia sabe que é comum receber um grande volume de notificações diariamente sobre os mais diversos assuntos, não é verdade?

A vantagem do Google Alerts é que você pode filtrar para que apenas as informações que realmente são relevantes para a elaboração de suas estratégias sejam emitidas, a fim de não receber interrupções desnecessárias em momentos de criação.

Por exemplo, é possível definir para que você receba um alerta sempre que um usuário mencionar a sua marca na internet. Desse modo, a equipe não desperdiça tempo tentando localizar menções em notícias.

10. Google Remarketing

Essa ferramenta permite que você alcance as pessoas que visitaram seu site em um momento anterior, à medida que elas navegam na internet. O Google Remarketing oferece o recurso de marcar páginas específicas do website que correspondam às categorias que você pretende impulsionar.

Digamos, por exemplo, que você pretenda adicionar uma tag de “smartphone” a cada página em que são vendidos smartphones. Em seguida, é possível elaborar uma campanha do Adwords para que mensagens altamente relevantes sejam exibidas — como anúncios de ofertas especiais de smartphones — para usuários que visitaram essas páginas quando procuravam sites no Google. 

11. Google Primer

Trata-se de uma das ferramentas do Google para marketing, isto é, para profissionais que atuam na área e que pretendem potencializar o alcance de suas campanhas e aumentar as vendas.

O recurso oferece uma série de especializações, compostas por alternativas que levam, em média, cinco minutos para serem concluídas. Entre elas, podemos citar:

  • vendas;
  • redes sociais;
  • planejamento de negócios;
  • construção de marca;
  • marketing digital, entre muitas outras opções importantes para quem pretende aprimorar suas habilidades e seus conhecimentos na área.

12. Google Keep

Quem atua na área de marketing sabe muito bem que boas ideias podem surgir a qualquer hora do dia e nos lugares mais inusitados. Infelizmente, nem sempre há como anotar nossas epifanias. Contudo, o Google Keep é uma espécie de bloco de anotações de bolso totalmente digitalizado.

Nele, é possível registrar todo tipo de arquivo — não importa o formato —, separar as ideias em categorias, inserir tags para encontrar as anotações com mais facilidade, tirar fotos de documentos e armazená-las na nuvem. Ou seja, é ideal para quem vive tendo muitas ideias e precisa registrá-las de maneira segura e inteligente.

13. Google Hangouts

Esse é um serviço de streaming de vídeo que se popularizou no Google+ e acabou sendo integrado ao YouTube. A ferramenta serve para que os usuários possam se comunicar por meio de chamadas de videoconferência com até dez pessoas ao mesmo tempo.

Uma das vantagens é que as transmissões podem ser disponibilizadas ao vivo para qualquer usuário conectado à internet. É a ferramenta perfeita para realizar reuniões entre profissionais, sócios e clientes sem que seja necessário que todos estejam presentes no mesmo ambiente físico.

14. URL Builder

Você precisa de ajuda na hora de estabelecer os parâmetros para criar URLs? Então, o URL Builder está aqui para ajudar a personalizar suas campanhas publicitárias, em especial aquelas que são baseadas no envio de e-mails.

Sempre que um usuário acessar um link criado nessa ferramenta, informações específicas serão enviadas ao seu Analytics, para que você identifique quais URLs tiveram mais desempenho, atraindo mais usuários até seu conteúdo.

15. Google Analytics

É claro que não poderia faltar uma das mais importantes ferramentas para promover um negócio. É por meio dela que são conhecidos os resultados de cada ação realizada.

Nos painéis de análise, é possível configurar mais de 5 mil tipos de relatórios, utilizando uma infinidade de filtros, que vão desde a origem de um clique até o formato da tela na qual o conteúdo foi exibido.

Com a ajuda dos relatórios do Google Analytics, é possível identificar e reforçar as ações que trazem mais resultados e, ainda, entender quais não vão bem e por que isso está acontecendo. Desse modo, é possível direcionar os recursos para estratégias mais efetivas ou corrigir as que não têm funcionado como foi planejado.

Além das que acabamos de citar, existem muitas outras ferramentas do Google que podem ser usadas tanto para promover produtos quanto para atingir outras diversas finalidades, facilitando o dia a dia das pessoas e, até mesmo, melhorando a sua qualidade de vida.

A sabedoria popular da pós-modernidade diz que se algo não está no Google é porque não existe ainda. Por isso, para tornar as suas vendas possíveis, é preciso incluir o seu produto ou serviço nesse cenário por meio das ferramentas do Google para marketing.

O que achou de conhecer as principais ferramentas do Google para marketing a fim de promover o seu negócio no ambiente online? Bacana, não é mesmo? Então, que tal conferir também o nosso post “Google Adwords ou Facebook Ads: qual é o melhor para você?“.

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Ed Trevisan disse:

    Olá Joyce, tudo bem?

    Parabéns pelo conteúdo, focou totalmente nas ferramentas do Google destinadas à promoção de uma empresa, ou um Expert, no mercado.
    Complementando tudo o que você falou, eu sugiro este INFOGRÁFICO com estas e outras ferramentas do Google

    Abraço… Ed

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *