Hot Stamping: a impressão que vai enobrecer os seus impressos

hot stamping
Powered by Rock Convert

O Hot Stamping é um tradicional método de impressão no qual uma fita estampa uma superfície com tinta seca a uma alta temperatura. Desde sua invenção no século XIX, esta técnica não-poluente tem se diversificado para incluir mais cores e ser aplicada em mais materiais.

A tecnologia do Hot Stamping é usada para imprimir tipografia em diversos produtos como eletrônicos, embalagens de plástico, peças de automóveis e até em cosméticos, como garrafas de xampu e cilindros de batom. Em gráficas, é usada principalmente para convites e trabalhos acadêmicos, mas tem outras aplicações, como você verá a seguir.

Neste artigo, você vai entender direitinho o que é o Hot Stamping. Em seguida, vai conhecer alguns produtos nos quais ele costuma ser usado. Além disso, também mostraremos como é o processo de sua aplicação. Confira!

Saiba exatamente o que é o Hot Stamping

Como você reconhece suas marcas favoritas em uma loja ou supermercado? Provavelmente, pelas embalagens que você já viu antes. Usando cores, logotipos e tipografias, as marcas tentam dar forma à primeira percepção do cliente. A ideia é criar pacotes atraentes, funcionais e que inspirem seu reconhecimento para aumentar vendas.

O Hot Stamping preenche todas essas necessidades e o mesmo vale para produtos impressos. Uma impressão a quente confere um efeito metalizado e em relevo, conferindo-lhe ares sofisticados. Isso faz com que objeto pareça ter ainda mais qualidade e valor. Além disso, o resultado chama mais muito mais a atenção!

Tomemos como exemplo um cartão de visitas. Em nossa percepção, é um item que abrange apenas duas dimensões, com sua altura e largura. Como são muito comuns, eles pouco se diferenciam uns dos outros e costumam ser acumulados e perdidos com facilidade.

Agora imagine um cartão com relevo com “mais peso”! As letras podem ser sentidas na ponta dos dedos, sendo algumas delas douradas ou prateadas. Objetos comuns ganham muito mais valor na mente de quem os recebe. Usa-se Hot Stamping em itens para ocasiões especiais, como trabalhos de conclusão de curso e convites de casamento.

Nos primórdios da impressão, usava-se folheação a ouro para decorar caligrafias. Camadas muito finas de ouro eram aplicadas em objetos como amuletos, molduras, estátuas e móveis. Ao longo dos séculos 18 e 19, os livros mais caros recebiam capas de couro embelezadas com o ouro. A técnica deixava um alto ou baixo relevo na superfície da capa.

Hoje em dia, claro, não se usa mais ouro de verdade no Hot Stamping, seria muito caro! As fitas metálicas são feitas de alumínio ou estanho, combinadas a uma camada de cor para o efeito desejado.

Veja onde o Hot Stamping pode ser usado

Ele é utilizado em uma enorme variedade de produtos gráficos para conferir luxo e sofisticação. Vamos falar de alguns deles!

Cartões de modo geral

Normalmente confeccionados com acabamentos mais simples, os cartões de visita têm outro tratamento quando passam pelo Hot Stamping. Viram verdadeiros presentes, coisas que queremos guardar com carinho. A técnica fornece requinte e diferenciação aos cartões: os postais, cartões de mensagens (como em datas especiais) e muitos outros.

Os cartões ganham sobriedade e solenidade com esse tipo de impressão. Na Gráfica KWG, confeccionamos cartões de visita com acabamento em Hot StampingEles podem vir nas cores prata e dourado e estão disponíveis para compras a partir de 100 unidades.

Convites de vários tipos

Convites de casamento são quase que obrigatoriamente feitos com Hot Stamping. A técnica também embeleza convites para festas corporativas, formatura, Bar Mitzvah, cerimônias de premiação e assim por diante.

Diplomas e certificados

Não é só para trabalhos de conclusão de curso: a consequência também. Dá mais orgulho pendurar na parede um belo diploma com efeito metalizado e relevo.

Embalagens diversas

Caixinhas e todo tipo de embalagem ganham mais peso e requinte. A marca do cliente também ficará mais valorizada e chamará mais atenção com a técnica.

Papel timbrado empresarial

Às vezes, inclusive para efeitos jurídicos, faz-se necessário redigir algum documento em papel com o logotipo da empresa. Assim, ele parecerá ter mais peso e inspirará respeito, além de ficar bem mais bonito com Hot Stamping

Entenda como é o processo de impressão

O Hot Stamping envolve montar e esquentar uma chapa, com o objeto a ser estampado posicionado logo abaixo dele. Em seguida, insere-se uma fita entre ambos e a chapa pressiona para baixo. A fita se desprende e “carimba” a superfície, deixando a tinta seca no local. O resultado também deixa marcas em alto e baixo relevo, deixando o produto “tridimensional”.

As fitas aparecem em grande variedade de cores, dos tradicionais dourado e prateado a todas as cores que você imaginar. As fitas metálicas são as mais comuns por fornecerem brilhos chamativos bastante requintados. Também há no mercado fitas holográficas, com outros efeitos, como perolizado, mármore, couro e madeira. Vale tudo para se destacar!

Na impressão de datas de validade também é bastante usado o recurso do Hot Stamping. Nesse caso, são usados os chamados clichês na impressão. Clichês são objetos que levam os dados que serão impressos em determinada superfície. Sobre eles são colocadas datas de fabricação, períodos de validade e números de lotes nas embalagens em geral.

Esse tipo de clichê é utilizado frequentemente pelas indústrias da área de embalagem de plástico. Existem muitas vantagens, pois os dispositivos são feitos de latão. Além disso, são extremamente duráveis, apesar do uso tão constante dos datadores.

Resumindo, os clichês são peças que trazem em si as formas que serão estampadas em embalagens. Dependendo do caso, uma empresa pode também encomendar a fabricação específica do conteúdo dos clichês. Dessa maneira, eles já são produzidos de acordo com as especificações determinadas pelo cliente.

Descubra outras vantagens desse recurso

Utilizar o Hot Stamping permite a criação de diferentes formatos e texturas, em padrões diversificados. Os mais comuns são os fios e o filete, que nada mais é do que a linha. Uma impressão de texto também permite que se use a técnica, assim como certo tipo de imagem. A marca adquire status e “grandeza”, possibilitando a identificação do público.

Você já reparou em alguns rótulos ou frascos de xampu e outros produtos para os cabelos? Eles costumam, muitas vezes, trazer em suas impressões essa técnica metalizada, seja dourada ou prateada. A utilização desse tipo de impressão fez com que a mercadoria mais popular expandisse seu alcance. As classes A ou B adoraram!

Outro benefício em se utilizar esse método de impressão diz respeito à diferenciação perante a concorrência. Muitos desses produtos citados, mais “populares”, usam recursos assim, baseados em outros de maior status. Dessa maneira, eles conquistaram uma boa fatia do mercado. Tudo isso apostando no impulso visual do público ao realizar a compra.

Tendo essas questões em mente, é bastante normal vermos itens mais populares com nuances de Hot Stamping, o que agrega valor à empresa, destacando muito mais o produto nas prateleiras dos supermercados. No ato da compra, muitas vezes nem é percebido pelo consumidor se aquele é um produto de status ou não.

Existem marcas que defendem a utilização desse recurso nos rótulos não apenas em caráter estético ou crescimento perante concorrência, mas também em relação à prevenção contra a falsificação de determinado produto. Afinal, esse tipo de impressão é um recurso bem refinado e “exclusivo”.

De qualquer forma, é interessante notar que o Hot Stamping efetivamente agrega mesmo certos valores às embalagens. Se isso permite que se evite a falsificação dos produtos, acaba sendo um recurso amplamente vantajoso de se utilizar!

Tenha alguns cuidados com Hot Stamping

O uso da técnica vai depender da sua imaginação e das necessidades do seu cliente. As fitas podem ser usadas para destacar parte do texto ou elementos específicos como logotipos, bordas ou imagens.

Ao iniciar projetos com essa técnica, o uso da fita deve ser levado em conta durante o processo. Letras muito pequenas, por exemplo, podem dificultar um bom resultado se a fita não colar adequadamente sobre todo o texto.

Outra preocupação é o material em que a técnica será aplicada. Papel muito fino ou poroso, por exemplo, não são boas opções! Uma gramatura mais pesada e o uso de cores, exceto o branco “puro”, costumam render melhores resultados.

Então, o Hot Stamping é uma ferramenta que precisa ser elaborada criteriosamente! Aquilo que deixa tão belos os impressos é seu aspecto delicado no fio impresso, assim como o traço, a maneira de compor o design e o equilíbrio da técnica perante o material inteiro. Portanto, analise com cuidado seu layout antes de optar pela técnica, combinado?

Pedaços muito amplos da arte, ilustrações mal feitas ou muito chapadas podem terminar produzindo efeitos inconvenientes no material. Assim, aquilo que era para chamar a atenção pelo sutil e delicado, no fim obtém resultados opostos. Então tome muito cuidado para não afastar o seu público devido ao exagero ou uso inadequado.

Se você quiser adicionar algum luxo e elegância aos designs da sua gráfica, você precisa conhecer melhor o Hot Stamping. Convites, cartões de visita, relatórios e papel de carta ficam incríveis com o efeito metálico. O resultado no acabamento é uma peça que parece ter mais peso. Você verá a satisfação do cliente ao receber um produto sofisticado em relevo!

E aí, o que achou de conhecer mais a respeito desses belos e eficientes recursos de impressão? Muito bacana, não é mesmo? Esperamos ter tirado as suas dúvidas! Aproveite, agora, e saiba como fazer para inovar na sua revenda de materiais gráficos.

 

identidade visualPowered by Rock Convert

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This