Princípios do design gráfico: conheça os 10 principais

princípios do design gráfico
Powered by Rock Convert

Não é nenhuma novidade que o design não se trata apenas de estética. Ele é parte fundamental para tornar uma estratégia de negócios bem-sucedida. É daí que vem a necessidade de conhecer os princípios do design gráfico.

Engana-se quem pensa que sua importância está apenas no marketing de uma empresa, ele também faz parte de outras áreas, especialmente, as que envolvem o desenvolvimento de produtos. Com tamanha relevância e influência no modo como a imagem da empresa é percebida pelo mercado, o que inclui clientes, parceiros e concorrentes, essa área precisa ser levada muito a sério.

Pensando nisso, para ajudar você na elaboração de designs cada vez mais interessantes, elaboramos este post, no qual explicaremos 10 dos mais importantes princípios do design gráfico. Então, continue a leitura do conteúdo e arrase nas suas criações!

10 princípios do design gráfico

1. Linha

A linha é o elemento mais básico do design, praticamente, tudo é formado por ela. Ela pode ser reta, curva ou ondulada, cada forma na qual se apresenta pode transmitir diferentes ideias.

Por exemplo, as linhas retas dão a sensação de ordem, organização, enquanto as curvas passam a impressão de movimento. Elas também são capazes de direcionar o olhar de quem está olhando para uma composição.

2. Contraste

O contraste nada mais é do que o nível de oposição entre dois elementos. Eles podem ser conseguidos por meio das cores, espessuras, tamanhos etc. e servem para enfatizar informações mais importantes dentro de um design, além de aumentar a visibilidade de alguns itens.

Imagine um texto com letras brancas sobre um fundo cinza-claro. Quase não será possível enxergá-lo, não é mesmo? No entanto, se mudar a cor do fundo para preto, ele se torna perfeitamente visível. O mesmo vale em relação ao tamanho e à espessura da fonte, basta pensar no uso do bold para destacar palavras em um bloco de texto.

O uso do contraste na tipografia foi apenas uma das diversas possibilidades que esse princípio de design gráfico oferece.

3. Cor

A cor tem um forte poder dentro do design gráfico sendo capaz de exercer diversas funções, por exemplo, na criação de contrastes como acabamos de ver. Ela também é responsável por transmitir emoções e simbolismos, simular temperaturas e, até mesmo, identificar elementos.

O modo de utilização dela é um princípio do design gráfico indispensável. Com isso, torna-se impossível a criação de um layout sem ele.

4. Movimento

Por mais que uma peça de design gráfico seja estática, ao contrário do motion design, ela sempre será capaz de transmitir a sensação de movimento, se o designer assim desejar. Falamos sobre isso no tópico sobre linhas, quando mencionamos que a curva tinha esse poder.

Porém, a linha não é o único elemento capaz de transmitir a ideia de movimento. Também conseguimos essa sensação por meio da direção e fluxo de elementos dentro da composição, ou, até mesmo, com o uso de repetição e de variações de opacidade ― diferentes percentuais de transparência.

5. Tipografia

A tipografia é a queridinha da grande maioria dos designers. É possível criar trabalhos inteiramente compostos somente por tipos. Com eles, também é viável compor contrastes, aplicar diferentes alinhamentos e gerar movimento no layout.

É, sem dúvida, um dos princípios mais importantes e abrangentes do design gráfico. Tanto que existem designers especializados na criação de tipos ou de composições elaboradas com eles.

6. Hierarquia

Assim como na vida, a hierarquia ajuda na definição do grau de importância de cada elemento em um design. Claro que quanto maior o seu nível hierárquico, mais destaque ele ganhará dentro da composição.

Um exemplo bem claro de hierarquia no design gráfico são os títulos e subtítulos que, normalmente, contrastam entre si, fazendo com que os títulos sejam mais enfatizados. Além disso, também é comum que sejam colocados um abaixo do outro de acordo com o seu grau hierárquico.

7. Proximidade

A proximidade é outro princípio do design que ajuda muito a transmitir certos simbolismos, a demonstrar a hierarquia de elementos, além da conexão entre eles. Basta imaginar um agrupamento de componentes mais próximos, separados pela distância de outros. Fica claro que esses itens pertencem a um grupo e não a outro mais distante.

Quando muito próximos, os objetos de um layout podem formar uma unidade visual e, até mesmo, construir novas imagens. Por outro lado, se não for essa a intenção, a proximidade exagerada é capaz de fazer com que um elemento atrapalhe o outro e torne o design poluído.

8. Repetição

O nosso cérebro vive em busca de detectar padrões, por isso, a repetição é capaz de ajudar na transmissão de ideias em um design. Um exemplo disso está nas cores que compõem uma identidade visual, que de tanto se repetirem, ajudam o público a assimilar e reconhecer uma determinada marca.

9. Grid

O cuidado com os alinhamentos também é um princípio importante. Até mesmo para criar um design com alinhamentos irregulares é preciso ter uma referência para posicionar os elementos dessa forma. É esse o papel do grid. Ele é o responsável por orientar o designer no posicionamento dos itens de uma composição, respeitando os alinhamentos desejados.

O grid é constituído por linhas e colunas sobrepostas que, logicamente, não ficam visíveis para o público. No entanto, servem como verdadeiras guias para o alinhamento de elementos dentro de uma composição.

10. Composição

E, por falar nela, a composição é a união de todos os elementos dentro de um layout, claro que, orientados pelos princípios do design gráfico.

É nesse momento que se verifica, por exemplo, se o contraste trouxe uma boa relação entre a figura e o fundo, se o espaço negativo é suficiente para manter o destaque necessário a cada item, se o texto está legível. Ou seja, é a hora em que o designer dispõe os objetos no layout de modo que eles conversem harmoniosamente.

Como você pôde perceber, os princípios do design gráfico são fundamentais para que se consiga transmitir a mensagem desejada ao público-alvo. Utilizando os recursos que acabou de ler, você conseguirá criar layouts incríveis e funcionais, capazes de conversar com as pessoas impactadas por eles.

Entender os princípios do design gráfico é o primeiro passo para quem deseja ter sucesso em uma carreira na área, conheça também esses 7 livros de cabeceira para designers.

identidade visualPowered by Rock Convert

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This