O que é Branding e como trabalhar na gestão de uma marca?

o que é branding

O que é Branding? Branding é, basicamente, a gestão de uma marca. É o conjunto de ações e estratégias para que a sua empresa fique mais conhecida, mas também tenha uma reputação positiva e seja lembrada com facilidade por seus consumidores.

Se você parar por um minuto e pensar na sua marca favorita, com certeza não se lembrará somente de seu nome. Estarão na sua memória logotipos, cores, sabores, texturas, sensações e até mesmo experiências vividas com ela. Isso só acontece devido a algo muito importante para consolidar empresas e despertar a atenção do consumidor: o branding.

A decisão de compra de qualquer pessoa é totalmente influenciada quando um branding de sucesso é desenvolvido. O material criado dentro dessa vertente da publicidade é amplo e vai desde conceitos visuais a jingles, discursos, embalagens e relacionamento digital. Tudo com o intuito de aflorar sensações e criar percepções acerca daquilo que a empresa vende, para que ela seja sempre lembrada por isso.

Ficou interessado pelo assunto? Então, continue a leitura deste artigo para entender por que o branding é tão importante e como ele pode ser feito da maneira certa, de modo a gerar resultados assertivos e satisfatórios.

O que é branding e qual é a sua importância?

Branding é, basicamente, a gestão de uma marca. É o conjunto de ações e estratégias para que a sua empresa fique mais conhecida, mas também tenha uma reputação positiva e seja lembrada com facilidade por seus consumidores.

Ele é construído desde a concepção do design de um logotipo até as atividades diárias que acontecem internamente. Esse é um trabalho complexo e seu resultado é gradual, raramente sentido de imediato. Aquela marca sólida, que você mesmo tem sempre em seu armário, levou anos para se tornar forte e conquistar a confiança de um público cativo e fiel.

Na medida em que o mercado cresce, a competitividade aumenta. Portanto, é indispensável demonstrar algum diferencial para que a marca tenha reconhecimento único e particular. Isso vai muito além de um simples posicionamento, pois envolve também personalidade (da marca e do consumidor) e propósito.

Fazer branding significa gerar valor real para a empresa. Isso acontece quando, por meio dele, é possível criar identificação com as pessoas, com suas vivências e com suas experiências, sem deixar de atender às suas necessidades.

Como ele interfere na relação entre empresa, fornecedores, clientes e colaboradores?

O branding é também conhecido como o DNA da marca. Ainda que ações sazonais sejam necessárias, bem como mudanças repentinas de estratégias, ele está sempre presente para garantir uma padronização de processos que sejam condizentes com a personalidade que a empresa quer passar.

Quanto mais você investe em branding, mais ele faz efeito e quanto maior o efeito, mais a sua marca cresce e se firma dentro do mercado. A constância na sua mensagem interfere diretamente na relação com fornecedores, clientes e colaboradores. Isso porque todos entendem aquilo que você quer falar e absorvem sem problemas as intenções da marca, tornando-as parte de sua vida.

Pense na Coca-Cola, que martela o conceito de “felicidade compartilhada”. Agora, avalie o óbvio: ninguém quer ser feliz sozinho, mas sim dividir bons momentos e conquistas com família e amigos. Viu só como isso faz parte de nosso cotidiano?

Quando as pessoas envolvidas com a sua marca reagem dessa forma, pode ter certeza de que seu branding está acontecendo da maneira certa. Não significa que você não deve mudá-lo: reciclá-lo para acompanhar tendências e necessidades é importante, desde que não se perca sua essência.

Como fazer um bom branding?

Estratégias e ações devem ser desenvolvidas de acordo com o perfil da marca e com a maneira como ela deseja ser reconhecida pelo público. Mas algumas dicas são essenciais para garantir um bom branding e servir como ponto de partida para um reconhecimento abrangente no mercado.

Invista no relacionamento interno e externo

Saber lidar com o público é tudo. Isso vale para ações simples, como o atendimento nos pontos de venda, até o tom de voz usado nas postagens em redes sociais e nos canais digitais de relacionamento.

O público interno também é responsável pela construção do branding porque leva a imagem da empresa para fora e a solidifica por dentro. Portanto, é importante que a marca ouça o que ele tem a dizer, recolha opiniões e sugestões para realmente colocar em prática e torne todos parte de sua proposta.

Aposte em ações sustentáveis

As ações sustentáveis são muito bem vistas pelo consumidor. Em tempos em que o meio ambiente precisa mais do que nunca ser valorizado, adotar alguns meios para tornar o trabalho da marca sustentável é essencial. Isso pode ser a aquisição de máquinas e aparelhos que evitem desperdícios até o envolvimento em projetos que contribuam para esse fim.

A sustentabilidade também pode ser trabalhada por meio de envolvimento social e o público consumidor pode fazer parte das ações desenvolvidas pela empresa. Assim, poderá sentir realmente o que está sendo feito e visualizar na prática como a sua marca favorita se importa com o que está ao redor.

Utilize métricas de avaliação

No branding não existe achismo. Medir a receptividade do público e entender as reações causadas pelas estratégias utilizadas para consolidar a marca só é possível com o uso de métricas de avaliação, analisadas por um profissional dedicado a essa função.

Só assim será possível identificar pontos de melhoria, falhas e entender a cabeça do consumidor, que está cada vez mais exigente e cuja opinião muda o tempo todo. Fazer um acompanhamento por períodos é algo ainda mais detalhado e que fornece um resultado a longo prazo para traçar suposições para o futuro e, até mesmo, possibilitar o lançamento de novas tendências para surpreender clientes.

Desenvolva uma identidade visual marcante

Não adianta: por mais que se faça, o visual da marca ainda é lembrado em primeiro lugar. Sendo assim, é indispensável se dedicar a desenvolver uma identidade inesquecível, que gere reconhecimento e engajamento.

É fundamental mostrar mais do que cores: passar uma mensagem é o que realmente fixa essa imagem na mente do público. Para tanto, entender de design pode ajudar, porque esse trabalho é também uma arte primorosa e repleta de significados.

Agora você sabe qual é a importância do branding e como o trabalho executado pela empresa impacta na sua imagem. Siga as dicas de nosso texto e melhore os seus resultados!

Acompanhe o que está em alta no mercado e o que é feito pelas grandes marcas para se inspirar e aproveite para conhecer 9 tendências de design gráfico para 2019 que podem contribuir para uma redefinição de identidade revigorante na sua marca.

identidade visualPowered by Rock Convert

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This