7 dicas para elaborar um banner de campanha eleitoral

banner de campanha eleitoral

Quando as eleições se aproximam, partidos, coligações e candidatos começam a se preocupar com os materiais de campanha. Apesar de todo tipo de propaganda eleitoral ser livre, é preciso atender aos termos da legislação definida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). É por isso que a elaboração de banner de campanha eleitoral deve receber a atenção certa.

Essa é uma das principais peças de comunicação visual e ele pode ser exibido por contratados nas ruas ou mesmo em propriedades privadas. De qualquer forma, deve apresentar algumas características essenciais.

A seguir, veja 7 dicas imperdíveis para criar um banner de campanha eleitoral da maneira adequada!

1. Acerte na escolha dos materiais que serão utilizados

Uma das primeiras decisões tem a ver com o tipo de material que será aplicado na impressão do produto. Normalmente, o banner de campanha eleitoral fica exposto a diversas condições climáticas e, por isso, deve apresentar uma resistência extra.

É possível, por exemplo, escolher o papel cartão com acabamento de verniz para garantir maior proteção. Também é viável recorrer à lona, que é uma opção igualmente famosa e que oferece bons resultados.

Desse modo, há como entregar algo mais interessante, sem deixar de considerar a durabilidade dos materiais. Isso ajuda a obter a satisfação de quem contrata e uma comunicação efetiva.

2. Tenha cuidado com o tamanho do banner de campanha eleitoral

As dimensões desse produto também exigem atenção redobrada. Afinal, é preciso atender às regras especificadas pelo Tribunal Superior Eleitoral. De acordo com as novas regras, a área total do banner não pode ultrapassar o tamanho de 4 metros quadrados.

Por isso, garanta que a relação entre altura e largura seja adequada, de modo a evitar problemas. Se o valor superar o limite imposto pela legislação, a propaganda se torna irregular e pode haver cobrança de multa ou até dificuldades na candidatura.

Portanto, já comece a elaborar o projeto pensando nessas características, com alguma margem de segurança. Inclusive, vale considerar as medidas recomendadas pela gráfica especializada, pois isso facilita o processo.

3. Verifique todas as informações sobre candidato e vice

Após escolher o material e definir corretamente as dimensões, é o momento de pensar em tudo aquilo que estará presente no material promocional. As informações devem ser claras e, principalmente, corretas.

Começando pelo nome do candidato, é essencial apresentar o nome que será mostrado na urna eletrônica. Também é preciso dar destaque ao número de votação. Tenha cuidado extra para garantir que a informação está correta, de modo a evitar confusões entre os eleitores.

No caso de cargos do Poder Executivo, como presidente, governador ou prefeito, o nome do vice deve estar presente. Por lei, a fonte usada para o nome dele deve ter, no mínimo, 30% do tamanho da fonte utilizada para o candidato.

Não menos importante, é essencial dar destaque ao partido. É comum usar o logotipo e o nome para identificar o candidato. Se preferir, ainda é possível incluir um slogan ou uma frase de efeito ou mesmo as fotos dos candidatos.

4. Identifique o responsável pela produção e pela contratação

A prestação de contas das campanhas eleitorais é uma das questões mais importantes da nossa legislação. Além de isso afetar os partidos e candidatos, também impacta a atuação de quem se responsabiliza pelos materiais de campanha.

Entre as regras para garantir o controle, está a necessidade de identificação de quem solicitou o material a ser produzido e do revendedor/contratado que o entregou ao candidato.

O banner, portanto, deve ter CPF ou CNPJ do doador, partido ou candidato como contratante do serviço. Você também deverá incluir seu CPF ou CNPJ (e não o da gráfica que fez a impressão) como revendedor/prestador de serviço.

5. Apresente a tiragem do material

Por falar em prestação de contas, é preciso ter o cuidado de apresentar a tiragem de todos os materiais impressos — e o banner de campanha eleitoral se encaixa nesse caso.

A informação pode ser posicionada de modo discreto, mas é importante apresentar todo o volume de banners contratados por pedido. Tome cuidado para revisar corretamente a informação para evitar divergências.

Novamente, essa é uma obrigação prevista por lei. Se a tiragem não estiver presente, pode acontecer de a propaganda ser considerada irregular.

6. Tome cuidado com a poluição visual

Não é porque estamos falando de material de campanha eleitoral que não é necessário se preocupar com o visual. Lembre-se de que o objetivo é estabelecer uma comunicação de qualidade, então é indispensável selecionar as características certas.

Evite, por exemplo, o uso de muitas cores em uma mesma peça. Isso pode afetar a percepção e causar mais confusão que atrair a atenção. Também é preciso pensar em questões como proporções, tipografia, uso de imagens com alta qualidade e assim por diante.

Inclusive, o fator ligado à poluição visual tem a ver com a lei eleitoral, sabia? Outdoors, bonecos, cartazes e cavaletes se tornaram proibidos porque, dentre outras coisas, causam poluição visual nas cidades. Embora os banners não apresentem restrições, considere isso para montar uma peça que chame a atenção pelos motivos certos.

7. Escolha uma gráfica competente para a impressão

Depois de elaborar o projeto, é fundamental trazê-lo à vida por meio de uma impressão de qualidade. Para tanto, a dica é selecionar uma gráfica experiente e muito competente em relação ao assunto.

Opte por uma empresa que tenha a estrutura robusta e que saiba como produzir materiais de campanhas eleitorais. Isso ajuda a garantir máxima satisfação por parte dos seus clientes e vai posicionar a sua atuação como revendedor.

Além disso, dê preferência para uma empresa flexível, capaz de cumprir os prazos e com boa reputação no mercado. É a melhor forma de evitar problemas mais tarde e de obter máximo desempenho no processo.

O banner de campanha eleitoral é uma das peças essenciais e deve apresentar as características certas. Ao adotar as nossas dicas, você vai garantir uma produção bem-feita e que atende às expectativas.

Como a escolha de uma boa gráfica tem tanto impacto, entre em contato conosco e descubra como podemos ajudar!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *