Caderno corporativo: o que é, para quem oferecer e como vender

caderno corporativo

Encontrar uma posição de destaque no mercado nem sempre é fácil. Entre tantas opções de estratégias a serem seguidas, é fato que investir na comunicação da empresa é sempre um bom caminho. O caderno corporativo pode ser usado como uma ferramenta para relacionamento com o cliente e divulgação da marca.

Quer saber mais? Confira o post que preparamos para você!

O que é o caderno corporativo?

O caderno é mais um item da papelaria corporativa. Ele pode ter diversos tamanhos e formatos, assim como ser feito de papéis variados. Alguns possuem o estilo caderneta, já outros se assemelham aos tradicionais cadernos universitários.

Normalmente, o caderno corporativo conta com o logo da empresa na capa e nas páginas internas, que podem ser com ou sem impressão, variando de acordo com a intenção de uso.

É possível, ainda, personalizar as peças com o nome da pessoa que irá recebê-lo. Esse é um ótimo recurso para presentear aqueles clientes com mais destaques, assim como funcionários.

Como ele pode ajudar uma marca?

O caderno corporativo deve seguir a identidade visual da empresa. As cores, símbolos e padrões gráficos precisam estar em concordância com os outros materiais, como cartões de visita e papel timbrado.

Essa coerência é importante para que o caderno contribua na fixação da marca e na comunicação corporativa. Por ser o tipo de brinde bastante útil, clientes e fornecedores divulgarão a empresa cada vez que usá-lo em reuniões e atendimentos.

O caderno corporativo também é uma ótima opção para comemorar datas especiais da empresa. É possível fazer edições especiais, divulgando projetos, ações e conquistas importantes para o negócio.

Além de todos os benefícios para as estratégias de comunicação da empresa, o caderno corporativo também é um facilitador do relacionamento com o cliente. Afinal, quem não gosta de receber um presente útil e personalizado?

Como obter os melhores resultados?

O primeiro passo para que o caderno corporativo seja uma ferramenta eficiente é investir na qualidade dos materiais. Procure fornecedores confiáveis e que possam entregar as peças com o acabamento e quantidades necessários.

Faça um estudo detalhado das necessidades do negócio e crie o caderno respeitando suas principais características. É importante procurar materiais e tipos de papéis que se adequem ao estilo proposto.

Por exemplo, companhias que têm um apelo ambiental no seu DNA podem investir em papel reciclado para o miolo. Já negócios focados em luxo e sofisticação são muito bem representados por materiais nobres, como o couro.

Outro ponto importante é respeitar o orçamento disponível. Devido à variedade de materiais no mercado, um caderno corporativo pode ter custos diferentes. Por isso, vale considerar esse aspecto ao iniciar um projeto.

Para quem oferecer e como vender um caderno corporativo?

Você pode oferecer o produto para empresas e profissionais autônomos, já com uma ideia da faixa de preço a cobrar. Para o cliente, ter um mostruário ajuda a imaginar como o seu caderno personalizado pode ser.

Assim, para facilitar a venda dos cadernos corporativos, é importante produzir alguns modelos que sirvam como mostruário. Apesar de cada projeto ser personalizado com as necessidades dos clientes, o modelo ajuda no processo de convencimento.

Negócios de todos os portes podem ser beneficiados com os cadernos corporativos. A dica é buscar sempre as alternativas que melhor representem a marca. Usando a criatividade e muita pesquisa de mercado, é possível inovar nos projetos gráficos.

Se você gostou das dicas e ficou interessado nos benefícios que ele pode trazer, confira mais sobre as vantagens de investir no caderno corporativo personalizado.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *