aumentar as vendas

Aprenda como aumentar as vendas do seu negócio em 4 passos

Quem é empreendedor já sabe que alcançar metas de lucratividade e diferenciação no mercado não é tarefa fácil e por isso é importante manter-se atualizado e firmar parcerias que auxiliem na melhoria permanente do negócio e até na mudança de rumos, quando necessário.

Uma das formas mais óbvias, mas nem por isso mais simples, para o atingimento desses desafios é aumentar as vendas e este post apresenta algumas dicas e estratégias que podem ser úteis:

1. Qualifique seu time

Tudo começa com uma boa capacitação profissional do pessoal de vendas. Ter uma equipe qualificada é elemento de sobrevivência, especialmente se o negócio é de ramos que transitam em um universo de tecnologias, padrões de design que se renovam a cada dia, novos materiais sendo lançados com frequência e um público criativo e antenado que anseia por novidades o tempo todo.

Existem no mercado treinamentos específicos para cada tipo de segmento de mercado, adequando as estratégias de venda ao que realmente interessa em cada área. Mas se a empresa não conta com recursos para esse tipo de investimento, é possível coletar muita informação na internet e transformá-las em cartilhas, e-books, cartazes e murais para que sejam transferidos conhecimento aos funcionários.

2. Planeje antes de colocar a mão na massa

Alguns empreendimentos são fadados ao insucesso porque insistem em iniciar as atividades e ver a roda começar a girar logo antes de planejar todos os detalhes necessários ao funcionamento de uma empresa. Com isso, acabam trazendo à tona fragilidades básicas, como preços mal estipulados, produção mal dimensionada, prazos insuficientes, o que resulta em prejuízos e em clientes insatisfeitos.

Em qualquer negócio, é preciso ter bem claros os papéis de cada departamento, o fluxo dos processos desde a demanda do cliente até a entrega do produto e também os indicadores para acompanhamento do desempenho do início ao final da esteira.

Profissionais especializados e consultorias podem ser contratados para esse tipo de planejamento de negócios. Além disso, instituições como o Sebrae, oferecem orientações e assessoria a empreendedores, além da oferta de cursos gratuitos, online e a distância.

3. Tenha um diferencial para aumentar as vendas

O mercado está abarrotado de empresas de todos os ramos de atuação e diferenciar-se em determinado segmento demanda estratégia, investimento, parcerias e muita dedicação. Oferecer algo que marque as entregas de uma empresa pode ser esse pulo do gato para que ela seja escolhida em meio a outras centenas com as quais concorre.

É preciso um processo de autoconhecimento para identificar qual é essa cereja do bolo que o negócio pode oferecer para ter lugar cativo no mercado. Para isso, é interessante realizar uma análise e identificar quais são seus reais concorrentes: que produtos comercializam? Qual seu porte? Onde atendem? Qual sua capacidade de atendimento?

Ao se comparar características semelhantes, é possível ter ideias para criar algo diferente da concorrência, ocupar algum espaço que ela ainda não ocupou – pode ser uma localização, um preço, uma estratégia de comunicação, uma embalagem, uma matéria-prima de qualidade superior ou um atendimento personalizado.

4. Não faça seu cliente feliz, deixe-o satisfeito

Quando um cliente demanda um serviço ou compra um produto, especialmente se esse cliente é uma empresa e não o consumidor final, aquelas teorias de que ele quer ficar feliz com a compra não se aplica. O que ele quer mesmo é ter suas necessidades atendidas, ver esforço da empresa em oferecer algo adequado às suas características e que no fim das contas lhe traga soluções e não problemas.

Então é fundamental não só dominar todo o processo produtivo como também ter instrumentos para capturar do cliente as informações necessárias para o completo entendimento do que ele precisa.

Uma boa prática é a de aplicar pesquisas ao final de todo atendimento para levantar a percepção do cliente em relação à empresa. Para isso, pode ser elaborado um questionário simples, que aborde a satisfação com o atendimento, o produto ou serviço, a qualidade do site, o processo de devolução. Esse questionário pode ser enviado por e-mail, ficar disponível no site da empresa ou até impresso e entregue ao cliente juntamente com o produto.

Ficou interessado em aprender mais sobre como melhorar as vendas? Então assine a nossa newsletter e fique sempre atualizado!

 

revendedor gráfico

Comments (4)

    1. Ei, Mara! Que notícia boa! Muito bom saber que os nossos conteúdos tem te ajudado. Continue nos acompanhando que semanalmente postaremos excelentes dicas como estas.
      Um abraço e conte sempre conosco 😉
      Equipe KWG

  1. Sou representante comercial na TOP QUALITY GRÁFICA e nesta nova fase de vendas não só eu mas, vários amigos do departamento comercial tem sentido está dificuldade, pois hoje temos uma quantidade de gráficas muito grande que oferece o mesmo tipo de material com a mesma qualidade por terem os mesmos maquinários.
    Acredito plenamente que cada vez mais o atendimento é fundamental para que a venda se transforme em pedido. E não se esqueça do pós venda que também é fundamental pois, é onde o cliente se vê amparado e lhe dará crédito para que não fique somente no primeiro pedido. Muito grato pelas informações.

    1. Ei Renato,
      Muito construtivo o seu comentário.
      Também acreditamos que o atendimento e a experiência que as empresas proporcionam aos seus clientes, garantem não só a fidelidade à marca como também parcerias duradouras.

      Ficamos muito felizes que tenha gostado deste artigo!
      Um grande abraço e continue nos acompanhando 😉
      Att. Equipe KWG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This