4x0, 4x1 e 4x4

Termos gráficos: o que significa 4×0, 4×1 e 4×4 cores?

Um dos assuntos mais comuns do mundo gráfico, trata-se da quantidade de cores do impresso. Para entender o projeto do cliente e conseguir formular um orçamento adequado, é essencial saber como será a impressão do material. Para isso, perguntas como, se o material terá impressão no verso, e se esta será colorida ou preto e branco, são fundamentais na hora de informar o valor para o cliente. E é ai que entram as famosas nomenclaturas, 4×0, 4×1 e 4×4 cores.

Se você tem alguma dúvida do que, de fato, significam esses termos, acompanhe nosso artigo que explicaremos para você. 

Entendendo o padrão de cores CMYK

Antes de explicarmos o que significam as nomenclaturas 4×0, 4×1 e 4×4 cores, é fundamental explicarmos a que elas estão relacionadas. Para isso, explicaremos rapidamente sobre o padrão de cores CMYK. Mas, se você deseja conhecer a fundo o padrão de cores CMYK, confira o nosso artigo completo sobre a diferença entre os padrões de cores RGB e CMYK.

O padrão de cores utilizado por impressoras industriais é o CMYK. Este padrão, é um modelo de cores subtrativo: isso significa que a quantidade de tinta deve ser diminuída para obter cores mais claras, chegando ao branco com a ausência total de pigmento.

O que significa CMYK?

  • C – Cyan | Ciano (uma tonalidade clara de azul)

  • M – Magenta (um vermelho rosado)

  • Y – Yellow | Amarelo

  • K – BlacK | Preto

Todas as tonalidades de uma impressão são resultados da mistura de diferentes proporções destes quatro pigmentos. Quando misturados, é possível obter milhares de outras cores, tais como, verde, laranja, lilás, marrom, vermelho, roxo, entre outros.

Como comentamos acima, as impressoras industriais, trabalham com o sistema CMYK, ou seja, com quatro cores. Ao imprimir nesse processo, cada cor é colocada no papel em camadas separadas, ou seja, cada cor é impressa uma após a outra, resultando assim, em todas as outras cores. 

Entretanto, é possível trabalhar com cada cor isoladamente. Por exemplo, se você deseja imprimir um texto completamente preto, poderá usar somente uma cor: o K (blacK).

As quantidades de cores impressas em cada lado do papel são representadas pelas nomenclaturas 4×0, 4×1 e 4×4. E agora que já sabemos a origem dos termos, vamos à explicação.

4xo cores

4x0  

Se você produzir um folheto ou um cartão de visita, por exemplo, com apenas um dos lados impresso, terá quatro cores em uma face e nenhuma na outra. Logo, esse seria o caso de uma impressão 4×0 cores, ou seja, 4 cores na frente (ciano, magenta, amarelo e preto) e nenhuma cor no verso.

4×1 cores

Se o material for impresso frente e verso, porém no verso você trabalhar com apenas uma das quatro cores CMYK, será o caso de impressos 4×1 — quatro cores na frente, uma cor no verso. Por padrão, quando falamos 4×1 cores, entende-se que a cor que será utilizada no verso será a cor preto (K), podendo variar a porcentagem da composição, por exemplo, 50% de preto, 10% de preto, para se obter o tom cinza. O importante é, quando falamos 4×1 cores, não é permitido adicionar mais do que uma cor CMYK no verso do impresso.

4×4 cores

 

Seguindo esta lógica, uma impressão colorida dos dois lados é um exemplo de impressão 4×4 cores, onde utilizamos as cores ciano, magenta, amarelo e preto na frente e no verso do impresso.

Há também alguns materiais gráficos que são impressos utilizando apenas uma das cores CMYK. São exemplos, os blocos de anotações, recibos e blocos de pedidos. Para estes tipos de materiais, a impressão é realizada apenas na frente do impresso e normalmente a cor escolhida é o preto (K). Para essas situações, entende-se que a impressão será 1×0 cor. 

Concluindo, o raciocínio será sempre este. Analisamos como será a composição de cores utilizadas na frente do impresso e o mesmo para o verso. 

Conhecer e aplicar esses termos corretamente é muito importante na fase de orçamento do seu projeto, pois dependendo da quantidade de cores, o custo de impressão pode aumentar ou diminuir.

Gostou do nosso artigo? Esperamos que tenha solucionado todas as suas dúvidas.

Agora, que tal conhecer um pouco mais sobre o processo de impressão? Confira quais são os seis principais tipos de impressão gráfica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This