como garantir uma impressao de qualidade para suas pecas graficas

Como garantir uma impressão de qualidade para suas peças gráficas?

A impressão de peças gráficas é uma tarefa árdua por si só. Se a fase de criação digital tem seus percalços com o design e outros detalhes, garantir uma impressão de qualidade que retrate fielmente o que está na tela é ainda mais difícil — mas não impossível.

Veja as dicas e informações essenciais para garantir um impresso excelente sem dores de cabeça!

Resolução de imagens

Quando falamos de imagens para uso gráfico, tamanho é documento. Para garantir que as imagens a serem utilizadas possam ser manipuladas e redimensionadas de forma a não perder a qualidade, opte por grandes dimensões.

Fotos muito pequenas podem causar pixelização (serrilhados na impressão) ou desfoque.

Atenção ao DPI

A sigla DPI significa Dots per Inch, ou pontos por polegada. Trata-se de uma medida de densidade dos pixels na imagem. Quanto maior for o DPI do arquivo, maior será a quantidade de pixels, resultando em uma maior resolução e detalhes mais fiéis — ou seja, em uma impressão de qualidade.

Por muitas vezes uma imagem de tamanho grande possui uma densidade insuficiente, causando os mesmos problemas que existem em pequenas resoluções. Para a maioria dos impressos gráficos, uma contagem de 300 DPI é suficiente, número que diminui em produtos de maiores dimensões, como outdoors e banners.

Formato de arquivo

Embora as peças visuais sejam criadas em programas de edição e criação como o Photoshop, Illustrator e CorelDRAW, é necessário exportá-las para um formato compatível com a impressão. Para fotografias, o JPEG é o mais utilizado, por ser relativamente leve, de qualidade e poder ser aberto e editado em quase todo dispositivo.

No entanto, se o trabalho a ser feito pede uma qualidade maior, use formatos de menor compressão, como o TIFF e o RAW. Por outro lado, artes de impressos como cartões de visita e panfletos têm melhores resultados se exportadas em PDF. Jamais use formatos como o DOC e PPT no envio para impressão!

Sistema de cores

Existem dois sistemas principais de cores usados no trabalho com imagens: CMYK e RGB. Enquanto o primeiro é baseado nos pigmentos utilizados para impressão, o segundo tem base nas cores luminosas de telas de computadores.

O sistema RGB engloba muito mais cores do que o CMYK, o que pode resultar em impressões sem fidelidade de tons. Para contornar esses problemas, sempre converta a arte final para o sistema CMYK.

Como a quantidade de cores garante uma impressão de qualidade

O sistema CMYK tem 4 cores básicas (ciano, magenta, amarelo e preto) que se combinam em camadas para formar todas as demais. Para garantir melhores resultados, evite tons de cores que usem grandes quantidades das quatro cores ao mesmo tempo, pois isto pode sobrecarregar e manchar o papel.

Esse cuidado é especialmente necessário ao utilizar cinzas (sempre use apenas porcentagens de preto) e pretos (use preto 100% em textos, e configure o chamado “preto calçado”, com cerca de 25% de ciano adicionado, em áreas maiores).

Nesse artigo, vimos como pequenos cuidados com detalhes podem garantir uma impressão de qualidade. Além dos itens listados, a escolha de um bom papel e de uma gráfica de renome, com profissionais qualificados, são essenciais para um resultado final satisfatório. Use estas dicas a seu favor para produzir impressos incríveis!

Gostou do post? Está procurando uma gráfica de qualidade e ótimo custo-benefício? Entre em contato com a KWG e saiba mais sobre nossos produtos e condições!

 

produto gráfico

 

Comments (4)

  1. Bom dia. Fiquei na dúvida com relação ao formato de arquivo. Na matéria diz que artes de impressos como cartões de visita e panfletos têm melhores resultados se exportadas em PDF. Mas acontece que ao realizar a compra na KWG o arquivo pedido é JPEG. Nesse caso, o material impresso perde um pouco a qualidade?

    1. Ei, Nadyja! Muito bom dia!

      Quando falamos de impressos de pequenos formatos, como por exemplo, cartão de visita, é mais indicado que o seu arquivo esteja em formato vetorial, pois objetos muito pequenos, ao serem convertidos para JPG, podem causar pixelização (serrilhados na impressão) ou desfoque.
      Neste caso, os softwares vetoriais, Illustrator e CorelDRAW, são os mais indicados para compor e enviar a sua arte para impressão.

      No entanto, também é possível exportar um arquivo em JPG ou TIFF de alta resolução, sem comprometer a qualidade final do seu impresso.
      Para isso, na hora de exportar um JPG, configure a saída para 400dpi, pois quanto maior for o DPI do arquivo, maior será a quantidade de pixels, resultando em uma maior resolução e detalhes mais fiéis — ou seja, em uma impressão de qualidade.

      No momento ainda não aceitamos arquivos em PDF, porém na loja da KWG é possível enviar arquivos nos formatos TIFF, JPG ou CDR. Todos estes, se exportados da maneira correta, preservam a qualidade do material impresso.

      Esperamos ter ajudado com a sua dúvida.

      Um abraço 😉

      Equipe KWG

    1. Ei, Fábio!
      Quando falamos sobre a aplicação do preto calçado em maiores áreas, estamos nos referindo a fundos chapados ou imagens.
      Temos um artigo super completo sobre este assunto que vai te ajudar a compreender melhor, da uma olhada http://bit.ly/2tRJuWq

      Grande abraço 😉
      Att. Equipe KWG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This