Publicidade e Propaganda e Marketing: entenda o que faz cada área

Publicidade e Propaganda e Marketing

Toda vez que se fala em publicidade e propaganda e marketing a confusão entre os termos é certa, pois, grande parte das pessoas acredita se tratar do mesmo assunto. As duas atividades trabalham lado a lado na maioria das vezes, porém, existem diferenças essenciais entre elas. Por isso, é importante saber distinguir corretamente antes de “dar nome aos bois”.

Acompanhe o post de hoje e entenda as diferenças e atribuições de cada uma dessas áreas e de que forma os profissionais podem atuar nelas. Continue a leitura!

Publicidade e Propaganda e Marketing: entenda o que faz cada área

Publicidade e propaganda

O termo publicidade e propaganda parece falar por si, já que a sua principal função é usar técnicas de comunicação de maneira estratégica, a fim de divulgar campanhas para o lançamento de produtos, serviços, marcas e ideias.

Cabe ao publicitário criar, planejar e executar todo o trabalho publicitário para depois veicular por meio das diversas mídias, como: TV, rádio, jornais e as incontáveis redes sociais disponíveis na internet.

Mas, qual é o real objetivo da divulgação dessas campanhas? A principal finalidade é estimular alguma atitude do público-alvo, na maioria das vezes, a aquisição de um serviço ou produto. Para tanto, conceitos são criados em torno do objeto de consumo que se pretende vender, com foco estratégico direcionado ao perfil do consumidor ideal para aquela ação específica.

Considerando o propósito da publicidade e propaganda, o profissional responsável precisa ser criativo e inovador, tanto nos projetos gráficos — dominando as ferramentas de recursos visuais — quanto no conteúdo escrito. Esse último é necessário para impactar o público com ideias e palavras certas devidamente encaixadas em um contexto.

No entanto, a criatividade nesse ramo não se limita aos projetos de publicidade e propaganda. É preciso atuar também no atendimento aos clientes, o que exige muito conhecimento e traquejo com pessoas, e nem sempre essas qualidades pertencem a um criativo.

As vagas de trabalho são muito diversificadas, podendo ser encontradas em empresas privadas, no setor público, associações e ONGs. As agências normalmente se dividem em departamentos, como: atendimento, planejamento, criação e mídia, e acabam se tornando a escolha mais óbvia, principalmente para quem está em início de carreira.

Há também a possibilidade de trabalhar com eventos e no ambiente digital. Além disso, o mercado para trabalho remoto e freelances está se expandindo rapidamente, especialmente em grandes centros.

Marketing

Muita gente pensa que o marketing é algo generalista, misturado à publicidade e propaganda e, ainda, voltado ao auxílio no processo de comunicação e divulgação de conteúdo na mídia. Sem dúvida, ele é um grande aliado da publicidade, mas ambos têm finalidades distintas.

O marketing está vinculado a objetivos comerciais junto às estratégias de negócios das empresas. É a área responsável pelas pesquisas de mercado com o intuito de traçar perfis e hábitos de consumo das pessoas, que as organizações desejam captar como consumidores de produtos ou serviços.

Por meio de tais pesquisas é possível levantar quais são as necessidades desse público escolhido e como os serviços/produtos podem atendê-las de forma efetiva. Seu conjunto de processos cria, comunica, entrega e troca ofertas que contenham valor para os consumidores, parceiros, clientes e toda a sociedade. Suas ações procuram agregar valor às marcas, resolver os problemas e sanar as dúvidas dos clientes.

O marketing pode ser visto como a espinha dorsal de uma empresa; a essência de um negócio e, por isso, precisa ser enraizado em todos os departamentos. É fundamental que toda a equipe esteja atenta e treinada para atender e se comunicar perfeitamente com o público-alvo do seu empreendimento, percorrendo caminhos, como:

  • canais de venda;
  • logística e distribuição;
  • preços;
  • posicionamento estratégico;
  • compreensão do consumidor final;
  • relacionamento com todos os envolvidos no negócio.

Existe, ainda, um segmento do marketing notável pelo seu dinamismo: o marketing digital. Aqui, os principais desafios são encontrados no crescente aumento da influência das redes sociais. Elas não só revolucionaram a forma como os usuários da internet passaram a interagir com os produtos e as marcas, como transferiram o poder de compra para as mãos do consumidor.

A web é agora um território cheio de possibilidades, tanto para o público quanto para as marcas. Saber usar essa ferramenta com o máximo de eficiência para chegar até o consumidor é garantia de destaque no mercado.

Enquanto na publicidade e propaganda os profissionais são quase artistas, a atuação no marketing requer um equilíbrio entre emoção e razão; o perfil costuma ser mais analítico. É necessária uma boa dose de objetividade e muita curiosidade em relação à dinâmica dos negócios.

Nessa área, os profissionais vivenciam um ambiente corporativo e acabam atuando na diretoria ou gerência do setor. Podem, também, operar em segmentos específicos, como o endomarketing, branding, promocional e comercial.

As transformações no trabalho estão cada dia mais surpreendentes e impactam diretamente no estilo de vida das pessoas e com o marketing, talvez, esse impacto seja ainda mais intenso. Antes, essa atividade era aliada direta do ramo de vendas, porém, nos últimos anos, passou a influenciar tudo ao redor exigindo do profissional um conhecimento mais amplo sobre todos os assuntos.

Como publicidade e propaganda e marketing se relacionam?

Já foi possível constatar o quanto as atuações nas duas áreas transitam entre si, já que têm muita coisa em comum, além das qualidades complementares e necessárias para o perfeito funcionamento de ambas.

É importante perceber que o marketing entra em cena antes, estabelecendo planos para uma comunicação que leve valor ao consumidor, determinando as ações necessárias para a promoção de um produto ou serviço. Ele define o que se pretende realizar, qual imagem a empresa quer transmitir, em quais veículos, com qual frequência etc.

A publicidade e propaganda assumem o papel de projetar a imagem do produto/serviço; um conceito, uma ideia, a maneira como eles devem ser vistos pelo público por meio de divulgação vinculada à marca em questão. Tudo é feito com a intenção de estimular o consumo pelo cliente de acordo com os interesses da empresa, usando alto teor de persuasão em seus processos.

Como se pode notar, as duas atividades coexistem. As ações são integradas e conectadas e se feitas de forma criativa, coesa, que possa ser compreendida e bem aceita pelo público-alvo, o trabalho será bem-sucedido.

Introduzir essas áreas de atuação nas empresas é indispensável em tempos de crise, como o que estamos vivendo agora. Muitas empresas, ao fazerem cortes das despesas, escolhem justamente o marketing, o que é um grande equívoco! É nos momentos de recessão que as marcas devem ser divulgadas para permanecerem na cabeça das pessoas.

De qualquer forma, conhecer profundamente sobre publicidade e propaganda e marketing, é a chave para quem gerencia uma empresa e busca o seu crescimento. Além disso, é preciso dominar muito bem o mercado e suas complexidades para alcançar os melhores resultados.

Agora você já sabe as diferenças e semelhanças entre essas duas atuações e como elas devem ser aplicadas conjuntamente na sua empresa. Estamos no FacebookTwitterYoutube e Google+. Continue nos acompanhando!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This