Inovações, tecnologia e tendências para o mercado de Design

tendências para o mercado de Design

Manter-se por dentro das tendências para o mercado de Design é indispensável para o sucesso. Se a empresa não se preocupar com inovações e tecnologia, por exemplo, perde competitividade e se torna menos interessante para os clientes.

Além disso, pode acabar perdendo novas oportunidades e comprometer a apresentação para soluções alternativas. Na era da tecnologia, ninguém quer se transformar em um dinossauro parado no tempo, certo? Manter-se atualizado, portanto, é indispensável.

Se quer entender como identificar as principais novidades e tendências para o mercado de Design, continue a leitura e fique por dentro!

Tendências para o mercado de Design

Realidade aumentada

realidade aumentada

O design tem adquirido um caráter progressivamente interativo. Mais do que nunca, as pessoas querem se envolvem com aquilo que veem e, por causa desse aspecto, a realidade aumentada (RA ou AR) tem ganhado proporção.

Quem é que não se lembra da febre que foi o Pokémon GO? Mais do que resgatar os seres coloridos que marcaram a infância de muita gente, o jogo utilizou os recursos de AR de maneira diferenciada. Esses conceitos podem ser replicados em outras ações. Ao unir os dispositivos móveis à cenários e outros elementos, como rótulos, é possível obter uma experiência diferente.

Como a presença da tecnologia promete ser cada vez maior, é fundamental que os profissionais pensem em elaborar projetos ligados à essa inovação.

Realidade virtual

realidade virtual

No mesmo estilo, outra entre as tendências para o mercado de Design é a realidade virtual (RV ou VR). Muito imersiva, ela consiste em criar um cenário inteiramente virtual e que pode ser explorado pelo usuário.

É o caso dos óculos de VR, em que os jogadores podem andar em paisagens diversas e ter uma visão completa do game. A tendência também aparece em outras versões, como nos simuladores de montanha-russa ou corrida e até na venda de imóveis.

Novamente, é importante que os profissionais estejam preparados para criar recursos que atendam às novas necessidades. Dessa forma, é possível explorar ao máximo o interesse dos usuários em interagir com o que o Design tem para oferecer.

Representações virtuais ou fotorrealistas

tendências para o mercado de design

Monica Lee’s art

Muitas vezes, um projeto de Design não sai do papel. Ou, então, antes de ganhar vida por meio da impressão de qualidade, precisa ser avaliado quando ainda está no campo das ideias. Para atender à estas necessidades, as representações são ótimas escolhas.

Entre as representações virtuais, uma muito famosa é o mockup. Basicamente, consiste em criar uma “simulação” de como um projeto vai ficar, como uma embalagem ou folheto. Ao ver como tudo provavelmente funcionará na realidade, é mais simples tomar boas decisões, certo?

Já as fotorrealistas, como o nome indica, prezam pelos detalhes e pela apresentação completa de elementos. Na arquitetura, isso vem na forma dos projetos renderizados de como o cômodo ficará. No Design, pode surgir em um product placement de modo virtual ou até em um mockup caprichado. Assim, fica mais fácil saber o que esperar do final do projeto.

Computação em nuvem

Quando se fala em tecnologia, especialmente no campo do Design, um dos aspectos mais importantes é a computação em nuvem. Agora, os recursos não estão confinados a uma máquina e aparecem em diversos dispositivos eletrônicos.

Para o Design, é algo que pesa em dois sentidos. O primeiro é que a colaboração é favorecida e se torna fácil absorver diversas ideias, referências e execuções em busca de um resultado desejado.

Além disso, é preciso se adaptar. O uso de elementos responsivos fica especialmente relevante, já que os gráficos poderão ser vistos em telas e configurações distintas. O uso de recursos adaptáveis é cada vez mais necessário, já que criam uma experiência satisfatória.

Animações

Os vídeos têm dominado a internet e esse é um movimento que não diminui ao longo dos anos. O grande impacto nas tendências para o mercado de Design é que as animações ganham contínuo destaque e relevância.

Em vez de criar peças estritamente estáticas, que tal pensar em trazer um pouco de movimento? Os cinemagraphs são bons exemplos, pois se parecem com fotos, mas apenas um elemento se mexe. Os gifs também ganham destaque, bem como a mistura entre vídeos e imagens.

Isso garante que o Design se torne mais dinâmico e interessante, ao mesmo tempo em que não é preciso agir de um jeito muito diferente para consolidar os efeitos desejados.

Imagens em 3D

Nos últimos anos, os recursos visuais viram o domínio do flat design, baseados fortemente no 2D. Tal cenário ocorreu devido a um interesse maior em elementos simples e minimalistas, mas a tendência agora é diferente.

Para o futuro próximo, as imagens em 3D surgem com força total. Tanto nos itens visuais distintos quanto na tipografia, os recursos tridimensionais ficam em evidência. Para as marcas, isso também aparece com a possibilidade de realizar product placements, por exemplo.

As animações em 3D têm ganhado muito destaque e surgem tanto em versões artísticas, como voltadas para uma mensagem específica. Elas chamam a atenção porque permitem uma infinidade de possibilidades — inclusive, aquilo que não existe e que não pode ser captado pelo vídeo tradicional, por exemplo.

Sustentabilidade

Na hora de fazer os projetos ganharem vida, uma das tendências para o mercado de Design é a sustentabilidade. A necessidade de ajudar o planeta a preservar recursos aparece, por exemplo, no uso de papéis especiais, como os reciclados, ou de materiais que não agridem o ambiente.

Embalagens se tornam mais práticas e até multifuncionais para evitar o uso excessivo de recursos e sacolas. Além disso, há uma preocupação com o consumo de tinta e outros parâmetros de impressão, de modo a garantir a diminuição dos custos e da exploração de elementos naturais.

Os projetos devem pensar no meio ambiente e no impacto causado pela produção. Como consequência, os profissionais precisam fazer boas escolhas, desde a elaboração do projeto até a sua execução de impressão.

Ao conhecer as tendências para o mercado de Design, bem como as tecnologias e inovações, é muito mais fácil se destacar. Além de competitividade, traz diferenciação e ótimos resultados para a empresa, então não dá para perder, né?

Se quer receber mais novidades sobre Design e como ele pode ajudar o seu negócio a crescer, assine nossa newsletter e tenha nosso conteúdo em primeira mão!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This