psicologia das cores

Psicologia das cores e suas principais aplicações

Os estudos sobre a psicologia das cores mostram a influência que elas têm sobre as sensações e os comportamentos das pessoas e trazem um guia que pode (e deve) ser usado durante a fase de pesquisa e concepção do seu projeto, para nortear as suas escolhas e garantir o efeito desejado no consumidor.

Quando escolhemos uma cor para aplicar em um projeto de comunicação visual, desenvolver uma marca ou até decorar um ambiente é preciso ter em mente que nossa escolha cromática influenciará as emoções dos clientes e poderá ser determinante na decisão de compra.

Separamos alguns conceitos e significados das cores para te ajudar nessa etapa decisiva do trabalho!

Alguns conceitos sobre cor

Aristóteles foi o primeiro estudioso a formar uma teoria da cor. Desde então, muitos têm se dedicado a pesquisar esse fenômeno. Um dos conceitos mais aceitos atualmente é o da temperatura da cor. Nele, a escala cromática é dividida em cores frias e quentes.

As cores frias (azul, verde, violeta), relacionadas à água, transmitem sensação de frio e são normalmente associadas à limpeza, calma e tranquilidade. São muito usadas nas áreas da saúde e estética. Já as cores quentes (vermelho, laranja, amarelo) são relacionadas ao fogo, lembrando calor e movimento, e são comuns nos setores de alimentação e entretenimento.

A psicologia das cores

Apesar de a percepção (e do significado) das cores variar de acordo com o indivíduo, alguns pontos são culturalmente determinados e devem ser levados em consideração ao escolher a paleta de cores do trabalho.

São muitos os significados atribuídos às cores em todas as suas tonalidades, desde representações diretas (amarelo lembra sol, azul representa água) até as mais abstratas (rosa representa amor). Confira um resumo dos principais significados das cores:

baldinhos-de-tinta-01    Verde: a cor predominante na natureza traz sensação de equilíbrio e saúde.
Pode ser utilizada muito bem em projetos com caráter ambiental;
baldinhos-de-tinta-02 Azul: transmite tranquilidade, calma e honestidade. É a cor do céu e do mar, lembra a imensidão e é muito utilizada nas áreas da saúde;
baldinhos-de-tinta-03 Violeta: é a cor das bruxas e das fadas e inspira intuição e imaginação. Muito ligada à sabedoria e leveza, é comumente aplicada nas áreas de estética e beleza;
baldinhos-de-tinta-04 Vermelho: a representação da paixão, transmitindo força e sensualidade. Desperta a agitação e é indicada para criar uma sensação de proximidade com o público;
baldinhos-de-tinta-05 Laranja: cor que inspira movimento, criatividade e otimismo. Tem um apelo jovial e é muito usada para os setores alimentícios e também esportivos;
baldinhos-de-tinta-06  Amarelo: é pura energia, alegria e humor. É frequentemente usada em projetos destinados ao público infantil e cai bem em todas as áreas de entretenimento.

 

Vale lembrar que as cores podem sofrer mudanças no seu significado original quando combinadas umas com as outras, bem como possuir outros significados em determinadas culturas. Os conceitos de harmonia e contraste de cores devem ser analisados para que a combinação escolhida alcance o propósito desejado.

Entender a psicologia das cores é de extrema importância para se criar um trabalho consciente. E claro, de nada adianta um trabalho muito bem projetado e desenhado se não cuidarmos da qualidade da impressão. Veja como garantir uma impressão de qualidade nas suas peças gráficas!

 

identidade visual

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This