História do logotipo: descubra como tudo começou

história do logotipo

O logotipo é um símbolo gráfico que representa uma marca. Ele pode ser apenas tipografia ou tipografia e símbolo. Contudo, é mais que uma simples representação: trata-se de uma forma de afirmar a identidade e singularidade de uma empresa. A história do logotipo, acredite você ou não, começou lá com as pinturas rupestres.

Ficou interessado? Então leia o texto para descobrir a incrível jornada que o logotipo percorreu desde os seus primórdios até hoje! Também separamos a história por trás dos logotipos das marcas mais conhecidas. Não deixe de conferir! 

A história do logotipo

Desde a pré-história, os povos primitivos já sentiam a necessidade de marcar o território onde estavam, como uma forma de dizer: “eu existo e eu estou aqui”.

Por mais que esse ato não fosse ainda visto dessa maneira, e ainda estivesse longe de estar ligado a empresas como acontece hoje, ele já era uma forma de imprimir a sua identidade ao lugar que ocupavam por meio de símbolos gráficos.

Tal processo foi se perpetuando ao longo dos tempos, e os povos continuaram a sinalizar o seu território e suas produções com marcas. Com isso, além de  identificar, sua marca, afirmavam seu orgulho pelo trabalho produzido.

Com o final dos reinos, a significativa diminuição do trabalho artesanal e o surgimento das empresas, estas começaram a sentir a necessidade de diferenciar-se das outras e buscar uma forma de identificar seus produtos, para que os consumidores pudessem destacá-las em meio aos outros semelhantes.

Usavam então símbolos que nem sempre eram uma representação direta de seus produtos, mas sim de uma história. Esse é o caso da primeira marca a ser registrada no sistema de patentes dos Estados Unidos, a do Presunto Endiabrado de Underwood, criada em 1870, modificada ao longo das décadas e usada até os dias de hoje.

Os avanços tecnológicos

A industrialização e a produção em massa tornaram a identificação das marcas em um pré-requisito para a garantia de sua qualidade. Portanto, com o tempo, e principalmente com os avanços tecnológicos que permitiam maior facilidade de criação desses símbolos, essas marcas tornaram-se não apenas necessárias, mas desejadas.

Em 1946, nos Estados Unidos, foi aprovada a lei Lanham, a primeira que regulamentava o uso e a propriedade das marcas registradas, o que permitiu ainda mais o desenvolvimento dos logotipos.

Um dos maiores nomes da história do logotipo é o designer Walter Landor, cuja empresa e equipe deu vida à identidade visual de empresas mundialmente conhecidas, como o Bank of America, a companhia aérea Alitalia, a reconhecida marca de jeans Levi’s, o serviço de transportes e entregas FedEx, entre outros.

A arte da criação de logos é uma prática que pertence à área de conhecimento do design, disciplina muito difundida, estudada e premiada atualmente ao redor do mundo.

História de logotipos famosos 

MGM

história do logotipo    

A Metro Goldwyn Mayer, famosa produtora de filmes em Hollywood, tem o famoso leão como seu logo desde 1917, data de produção da primeira película da empresa, que na época era apenas Goldwyn.

Em 1928, com o advento do som no cinema, o leão foi refilmado captando também seu rugido. Ao longo dos anos, diversos leões foram filmados para representar a marca.

Apple

história do logotipo

A famosa empresa do ramo da tecnologia teve como inspiração para sua famosa maçã mordida ninguém menos do que Isaac Newton. No início, esse logotipo era uma ilustração bastante complexa e detalhada do cientista sentado embaixo da árvore, com a maçã pendurada logo acima de sua cabeça.

Porém, em 1977, o logotipo já assumiu o design conciso que conhecemos hoje. Há duas versões do motivo pelo qual a mordida foi acrescentada: o primeiro, é que ela simbolizaria a aquisição do conhecimento. O outro, mais prático, era para que, em pequenas escalas, a maçã não fosse confundida com uma cereja.

Amazon

história do logotipo

O logotipo da Amazon é composto pelo nome da empresa e, logo abaixo dele, uma seta amarela. Se você reparar, a seta liga a letra “a”, do início, à letra “z”, no meio da palavra.

A ideia por trás desse símbolo é mostrar que a loja possui tudo o que os seus clientes desejam ou precisam comprar, ou seja: lá, os consumidores encontram produtos de A a Z! Além disso, a seta também representa um sorriso com uma covinha do lado direito, que simboliza a felicidade das pessoas ao receberem suas encomendas.

Toblerone

história do logotipo

Este delicioso chocolate suíço, criado por Jean Tobler, teve seu logotipo inspirado na montanha Matterhorn, localizada nos Alpes Suíços. Se você observar o desenho, é uma ilustração simplificada da montanha, e é por isso que o doce tem o formato triangular.

Mas não acaba aí: se você olhar com atenção, no meio da montanha há o desenho de um urso em pé. Isso se deve ao fato de o chocolate ser produzido na cidade de Bern, na Suíça, conhecida como a cidade dos ursos.

FedEx

história do logotipo

Como mencionamos acima, e vale a pena convocá-la de novo para contar o conceito que seu aparentemente simples logotipo carrega.

A marca da famosa empresa de transporte e entrega de produtos, conhecida a nível internacional, foi pensada e desenhada de forma que o espaço negativo existente entre as letras “Ex”, ao final do nome, formem o desenho de uma seta. Essa seta representa a rapidez com que a companhia entrega as encomendas.

Toyota

história do logotipo

Há mais de uma versão para explicar o logotipo da montadora japonesa de carros. A primeira, e mais aceita, é que a Toyota era, originalmente, uma fábrica de tecidos. Portanto, o símbolo significava uma linha passando por dentro de uma agulha, e ele foi mantido, mesmo quando a fábrica mudou de ramo de atuação.

Porém, há outra explicação interessante. Ao analisar o logotipo, é possível identificar todas as letras da palavra Toyota, como se elas estivessem todas sobrepostas, formando o símbolo gráfico que a representa.

Nem todas as datas na história do logotipo são muito concretas, pois, como pudemos ver, ele é uma consequência natural da necessidade humana de afirmação da sua identidade, e veio se desenvolvendo ao longo do tempo. Mas não há dúvidas de que, hoje, a prática de criação dos logos envolve toda uma ciência, muito estudo e teoria. É uma verdadeira arte!

Se você gostou de aprofundar seu conhecimento sobre a história do logotipo, siga a gente no Facebook, Youtube, Twitter e Google+, e descubra mais conteúdos incríveis como este!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This