CorelDraw ou Illustrator: qual o melhor para você?

Coreldraw ou illustrator

CorelDraw ou Illustrator? Esse impasse parece ser eterno, pois resiste há anos — e ambas as ferramentas têm defensores e críticos e obstinados. A disputa no quesito qual é o melhor pode ser facilmente comparada a Brasil x Argentina, bolacha x biscoito e outras rivalidades do gênero.

Mas isso é válido para aqueles que não arredam o pé de suas preferências. Na verdade, os dois softwares apresentam benefícios e desvantagens, dependendo do trabalho que se pretende desenvolver em cada um deles.

Se você ainda tem dúvidas sobre qual dos dois gigantes da edição gráfica é o “melhor”, confira, abaixo, os principais pontos positivos e negativos de cada um para tirar suas próprias conclusões!

CorelDraw: facilidade e leveza

O CorelDraw ainda é o software de edição gráfica mais usado no mercado brasileiro, principalmente em gráficas e estabelecimentos de pequeno e médio porte. Ele foi lançado no final dos anos 80, como um dos primeiros aplicativos de editoração vetorial, tornando-se muito popular entre os profissionais da área.

Além disso, por apresentar uma interface mais amigável e simples, o Corel é, normalmente, o primeiro a ser escolhido pelo profissional iniciante para a realização de projetos vetoriais. Mas, como tudo na vida, ele tem suas vantagens e desvantagens, as quais descreveremos a seguir.

Vantagens

Interface intuitiva e simplicidade

O menu e os comandos são mais econômicos. Isso dispensa a necessidade de uma larga experiência pelo usuário, que consegue localizar-se facilmente, encontrar e manusear os comandos e atalhos de que precisa, sem grandes mistérios.

Leveza

Além de sua agilidade e eficiência, a simplicidade do programa facilita as exigências de configuração de hardware, ou seja, o Corel roda em computadores mais modestos, sem tantos recursos.

Facilidade

A ferramenta é aceita pela maioria das gráficas e simplifica o manuseio de várias páginas sucessivas em projetos longos (revistas e catálogos) ou grandes (banners).

Desvantagens

Limitações

Justamente uma das qualidades desse software acaba resultando em uma desvantagem — a simplicidade se converte em falta de ferramentas e recursos mais complexos, principalmente nas ilustrações e nos layouts produzidos para a web. As funcionalidades e acabamentos imperfeitos deixam a desejar no resultado estético.

Instabilidade

Apesar de leve, o Corel costuma travar bastante, o que atrapalha e, muitas vezes, atrasa o trabalho. Isso sem falar nas perdas de projetos inteiros quando o usuário não ativa a função “cópia de segurança”.

Illustrator: estabilidade e recursos profissionais

No Brasil, o Illustrator é incompreendido, particularmente pelo público defensor do CorelDraw. Mas trata-se do software líder de mercado de projetos vetoriais nos Estados Unidos.

No entanto, na contramão do Corel, esse programa exige um conhecimento técnico mais avançado, em função da gama de recursos disponíveis e mais completos do que seu “concorrente” na preferência do público.

Apesar disso, ele vem ganhando um pouco mais de terreno e simpatia nos últimos anos, em especial entre a nova geração de profissionais de design e as agências de publicidade. Veja, abaixo, seus principais pontos positivos e negativos.

Vantagens

Integração com outros softwares

Essa talvez seja uma das suas maiores virtudes. O Illustrator é capaz de interagir de maneira superior com outros programas da Adobe, como o Photoshop e o InDesign. Até mesmo com o CorelDraw, é possível manter algum diálogo, copiando e colando desenhos vetorizados para continuar manipulando em qualquer um dos dois softwares.

Mais e melhores recursos

A quantidade e a qualidade de efeitos e recursos desse aplicativo é muito superior à do Corel, como os efeitos de gradiente, edição 3D, contorno, preenchimento, transparência e sombra de ótimo desempenho.

Estabilidade

O Illustrator apresenta excelente estabilidade, proporcionando maior confiança ao usuário — e, por isso, já vem conquistando popularidade.

Flexibilidade da interface

Seus painéis móveis permitem a personalização da interface, ao passo que suas características artísticas e sua performance detalhista fazem desse software um pré-requisito para trabalhar em qualquer agência de publicidade.

Desvantagens

Complexidade da interface

Embora você possa personalizar a interface, ela não é amigável. Sua aparência não é simples como a do Corel e exige uma dose de persistência para pegar o jeito e acostumar-se. Isso torna-se um pouco mais difícil quando o usuário não usa os demais aplicativos da família Adobe.

Demanda por um hardware com desempenho mais alto

O Illustrator é mais pesado e dificulta a execução de projetos gráficos longos e grandes. Por isso, ele roda melhor em computadores com processamento mais potente e acaba deixando de ser acessível a alguns usuários.

CorelDraw ou Illustrator: afinal, qual deles adotar

Parece que a resposta não é tão simplista quanto gostaríamos. Escolher entre CorelDraw e Illustrator nos leva a um singelo “depende da situação”. A decisão realmente tem mais a ver com o tipo de trabalho que você pretende realizar.

A simplicidade do Corel permite que seu uso seja facilitado e mais intuitivo, porém, em muitos aspectos, o torna limitado. Assim, as produções gráficas menos elaboradas, mas com grande volume (como material de papelaria, formulários, blocos, layouts descomplicados e até desenho de logotipos), podem ser tranquilamente produzidas nesse software.

Já o Illustrator possibilita ao profissional explorar com detalhes mais ricos e bem-acabados. Esses detalhes envolvem texturas, gradientes e outros processos minuciosos. Artistas gráficos preferem a ferramenta também para compor layouts e ilustrações voltadas para a web, que demandam muitos detalhes de nível altamente profissional.

É claro que escolher entre CorelDraw ou Illustrator sempre dependerá muito do que você está executando no momento. O que determina a opção é também uma questão de hábito ou do quanto você se sente confortável trabalhando com um ou outro programa.

Grande parte dos profissionais que começa seus trabalhos de vetorização no Corel, mesmo quando passa a adotar o Illustrator em algum momento da carreira, acaba buscando uma facilidade ou outra no bom e velho CorelDraw, principalmente quando a pressa aperta o cerco.

Artistas digitais e ilustradores, normalmente, já aprendem tudo diretamente no Illustrator e nunca chegam a usar o Corel. O importante é buscar a melhor ferramenta para você — aquela que o deixa seguro e à vontade para concluir um trabalho memorável!

Este conteúdo foi útil para responder suas dúvidas quanto ao uso do CorelDraw ou Illustrator? Então, compartilhe-o nas redes sociais e ajude seus amigos a solucionar esse dilema também!

Você pode gostar...

4 Resultados

  1. Herik disse:

    Se querem fazer com que seus clientes usem mais o Ilustrator e só falar e não desfarsa uma preferência nítida pelo ilustrator de comparativo, pois senti que perdi meu tempo lendo kkkk.

    • Gráfica KWG disse:

      Olá, Herik!
      De maneira alguma estamos querendo induzir a utilização de um software ou outro, apenas apontamos, de modo imparcial, as principais vantagens e desvantagens reais de cada um.

      Em toda a nossa empresa temos apenas 1 colaborador que utiliza o Illustrator, todo o restante trabalha somente com o Corel. Neste caso, para nós não mudaria em nada se os nossos clientes utilizassem o Illustrator, pois entendemos que um arquivo fechado corretamente, não difere Corel ou Illustrator.

      Como comentamos no artigo: “É claro que escolher entre CorelDraw ou Illustrator sempre dependerá muito do que você está executando no momento. O que determina a opção é também uma questão de hábito ou do quanto você se sente confortável trabalhando com um ou outro programa.”

      Uma pena que este artigo não tenha contribuído para o seu dia a dia. Esperamos que em uma próxima possamos te ajudar!

      Abraços!
      Equipe KWG

  2. Fabiano Shingai disse:

    O Corel é a ferramenta mais utilizada em gráficas do Brasil, para quem trabalha com o illustrator precisa converter o trabalho em pdf para enviar à gráfica

    • Gráfica KWG disse:

      Verdade, Fabiano! O Corel é bastante utilizado em gráficas. No entanto, o ideal seria que o arquivo fosse fechado em PDF independente do software, pois com isso evitaria muitos erros de impressão e agilizaria a produção de todos os materiais.

      Obrigada por contribuir com a sua opinião.

      Um grande abraço e continue nos acompanhando 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This