materiais gráficos para restaurantes

Materiais gráficos para restaurantes: o que você pode oferecer?

Ter um negócio não é uma tarefa simples — principalmente quando você lida com alimentos e bebidas. Esse segmento é muito disputado e a missão de conquistar o consumidor não é fácil. Muitos canais e artifícios podem ser usados nessa missão e, entre eles, estão os materiais gráficos para restaurantes.

Diferentemente do que muitas pessoas pensam, materiais gráficos não são apenas para informar consumidores, eles podem ser usados de forma estratégica para atrair novos clientes e incentivar o aumento das vendas. Para isso, é preciso entender quais tipos de materiais são indicados para cada negócio e como usá-los da forma correta.

Pensando nisso, listamos 8 materiais gráficos para restaurantes que você pode usar na sua estratégia. Confira!

1. Cardápios

Os cardápios são usados como fonte de informação para os clientes sobre as opções disponíveis para os clientes. Sua construção parece algo simples, mas é importante atentar-se a alguns pontos principais para fornecer a melhor experiência ao cliente e aproveitar esse material.

Saiba mais!

Capa e contracapa

O mais recomendado é que seu cardápio contenha uma capa, uma contracapa e espaço suficiente para colocar o nome dos pratos e das bebidas oferecidas — bem como o que contém em cada opção e seu respectivo valor. Essas informações são essenciais para que o cliente não tenha dúvidas sobre sua escolha e a faça de forma simples.

Além disso, a capa e a contracapa podem ser usadas para apresentar a experiência do local para o cliente, mostrando imagens dos pratos principais, por exemplo. O uso de imagens no cardápio é inteligente, pois instiga o cliente pelo aspecto visual.​

Categorização dos pratos

Para restaurantes, é comum que os pratos sejam apresentados em ordem cronológica — começando com entrada ou aperitivos, pratos principais e finalizando com sobremesas. Além disso, as bebidas costumam ser apresentadas ao final, categorizadas por bebidas alcoólicas, refrigerantes e sucos. 

Essa categorização ajuda o cliente a encontrar seu pedido de maneira mais fácil. Além disso, quando o restaurante tem muitas opções, é recomendado criar subclassificações, como separar os pratos principais por tipo de proteína e massas. 

Imagens

As imagens usadas também devem ser pensadas de acordo com seu apelo visual. O primeiro passo é colocar imagens de qualidade, que transmitam a mensagem correta e realmente chamam a atenção dos consumidores.

Para isso, o recomendado é fazer uso de um profissional qualificado, com uma boa câmera e equipamentos de iluminação adequados. A escolha das imagens no cardápio também deve ser feita de forma correta — você pode destacar os melhores pratos, a variedade disponível e as novidades.

Cores

As cores escolhidas também impactam na qualidade de seu cardápio. O indicado é o uso de cores relacionadas à identidade visual da marca — além disso, elas devem facilitar a leitura. Portanto, o uso de cores muito fortes e vibrantes não é indicado, pois podem prejudicar a legibilidade.

Outra dica importante é usar a escala CMYK, recomendada para impressão tanto de imagens como de textos. Não se esqueça de testar o resultado final para ter certeza que o cardápio atende às necessidades do negócio e não contém erros de impressão.

As dicas relacionadas às cores, às imagens e à identidade visual da empresa são válidas para todos os materiais gráficos para restaurantes mencionados a seguir!

2. Comandas

As comandas são materiais gráficos para restaurantes normalmente usadas em self-service ou rodízios para o controle dos gastos do cliente. Seu formato costuma ser simples: geralmente, ela consiste em uma folha de bloco de anotações e não oferece muitas informações — apenas a lista de opções a serem marcadas.

Entretanto, seu uso pode ser feito de forma mais estratégica por meio da personalização do material. Existem, no mercado, outras opções de comandas — como cartões digitais ou comandas de PVC. Elas podem ser personalizadas com logo e identidade visual da empresa e passa uma imagem de qualidade superior para o cliente.​

3. Folders

Os folders são materiais gráficos impressos que possuem dobras. Eles servem para divulgar conteúdo publicitário ou informativo sobre o restaurante. Podem ser usados para servir como um cardápio de delivery, por exemplo.

Além disso, eles podem oferecer mais informações sobre o restaurante, suas unidades e suas principais ofertas, com uma descrição mais completa e imagens que ajudam o consumidor a entender os benefícios do local. 

4. Flyers

Essa é considerada uma versão simplificada e sem dobras de um folder. Ele é indicado para passar pouca informação, devido ao espaço reduzido — normalmente, seu tamanho varia entre 10×15 cm e 15x20cm.

Para restaurantes, essa é uma opção inteligente para divulgar novidades dentro do estabelecimento e nas mesas — ou para deixar como divulgação em parceiros, atraindo novos clientes com seus melhores pratos.

5. Panfletos

Essa é a versão mais simples de flyers e folders, pois representa um baixo custo para a divulgação da empresa. Normalmente, devido ao preço reduzido, a qualidade e a personalização desse material também são menores. Os panfletos são materiais gráficos para restaurantes que podem ser usados em momentos em que a empresa dispõe de um orçamento pequeno.

Nossa única indicação é fazer seu uso com cuidado, uma vez que o material gráfico usado passa diferentes ideias para o consumidor. Restaurantes focados em segmentos mais sofisticados podem passar uma imagem ruim ao usar material de qualidade inferior.

6. Jogo americano

Um item muito usado em restaurantes é o jogo americano de papel ou tecido, usado para forrar as mesas. Esse item mantém a identidade visual do local, criando um bom ambiente para o cliente. Sua fabricação também pode ser feita de forma personalizada e usada como forma de comunicação com os clientes.

Muitos restaurantes, como fast foods, usam jogos americanos descartáveis e personalizados, colocando diferentes conteúdos em cada um deles. Assim, o jogo americano se torna um canal de comunicação da empresa. Colocar novidades, imagens de pratos ou curiosidades em geral podem ser boas estratégias.

7. Cartazes e posters

Outro tipo de material gráfico usado em restaurantes são os cartazes e posters. Ótimos para chamar atenção para a loja e conquistar novos clientes, eles devem ser confeccionados com imagens de qualidade, atraentes e com mensagens interessantes, como promoções e prato do dia.​

8. Cartão de visita

Por fim, não se esqueça de sempre ter cartões de visita na recepção e na entrada de seu estabelecimento — mesmo que você imagine que eles sejam usados apenas em reuniões corporativas.

Clientes podem possuir interesse nos serviços do restaurante ou querer fazer negócio com a empresa — por meio dele você pode receber, por exemplo, ofertas de fornecedores e de parcerias. Para esse tipo de relação, o mais indicado é ter um cartão de visita com os contatos de gestão.

Esses materiais gráficos ajudarão na sua estratégia de comunicação, divulgação e incentivo de compra. Lembre-se que o ideal é sempre pensar na identidade visual da empresa.

Portanto, a personalização deve ser feita seguindo o mesmo padrão. Além disso, tome cuidado com o excesso de material no restaurante pois, em vez de ajudar, isso pode atrapalhar a experiência dos clientes.

Viu como os materiais gráficos para restaurantes podem ajudar na sua estratégia? Está pronto para se beneficiar de seu uso? Então entre em contato com a Gráfica KWG e comece agora o seu projeto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This