Efeito duotone: aprenda agora mesmo como fazer

efeito duotone

Para ser um profissional completo de qualquer área do design, é preciso conhecer os recursos e as tendências que circulam pelo mercado, não é mesmo? Por mais simples que possa parecer, o efeito duotone é um dos tipos de edição de imagem mais capazes de proporcionar identidade e personalidade aos projetos gráficos.

Você pode não estar se lembrando agora, mas esse recurso já foi muito utilizado em peças gráficas interessantes não só no passado, mas recentemente. O efeito duotone pode ser o que falta para incrementar aquele conceito de projeto criativo que você pode estar buscando.

Nesse post, você vai entender tudo que há por trás dessa estética que vem ganhando cada vez mais espaço e sendo uma ferramenta de inovação. Além disso, é claro, você vai aprender exatamente como reproduzi-la em seus projetos gráficos utilizando o Photoshop. Depois dessa leitura, não restarão dúvidas. Vamos lá?

O que é o efeito duotone?

Você já deve estar ciente de que duotone é o nome dado uma forma de manipulação de imagens. Ele, porém, não foi dado  à toa. O efeito consiste no uso de duas cores diferentes — e preferencialmente contrastantes — aplicadas sobre os meios tons de uma fotografia.

Antes, o duotone era muito utilizado para criar representações de efeito sépia. A cor preta era usada nas áreas escuras e os tons claros de amarelo nas áreas mais claras. Depois, outros tons de azul, marrom e vermelho passaram a ser usados também e, hoje em dia, esse recurso é visto em cores muito mais ousadas.

Por esse motivo, geralmente é necessário o uso de cores Pantone para realizar a impressão de imagens com esse efeito. Isso acontece porque, muitas vezes, as cores obtidas no resultado final da peça gráfica são mais especiais.

Para entender como o duotone funciona, imagine o efeito que uma foto possui quando é colocada em preto e branco: é possível ver claramente quais são as áreas sombreadas e escuras, e quais estão mais iluminadas, não é mesmo?

O efeito duotone serve para fazer com que cada um desses aspectos passe a ter uma nova coloração. Na verdade, uma curiosidade é que o duotone possui mais variações. Você pode usar de uma a quatro cores para criar esse tipo de efeito, além de poder combiná-lo com outros tipos de efeitos e edições para novas aparências.

Em que ele é mais usado?

Você se lembra das divulgações da Oi, empresa operadora de telecomunicações? Essa marca utilizava bastante o efeito duotone em suas peças gráficas antes de passar pela recente revitalização. Mas existem exemplos mais recentes do uso desse efeito.

O termo “efeito Spotify” é familiar para você? Esse é um outro nome dado popularmente para o duotone. Isso se deu porque a empresa de streaming também ficou famosa por utilizar essa estética da estilização em suas imagens. Se você é um usuário do aplicativo, com certeza conseguiu se lembrar.

spotify

Além disso, as divulgações gráficas do filme “Moonlight: Sob a Luz do Luar” também estiveram recheadas desse recurso. Isso prova o quão atual e reinventado esse recurso pode ser, afinal, ele foi usado em um projeto vencedor do Oscar de 2017 em diversas categorias.

Outra prova dessa versatilidade foi a forma criativa e diferente em que o efeito duotone foi utilizado por Thomas Dimetto, um designer gráfico bastante renomado que chegou até mesmo a realizar criações de acessórios para o setor da moda.

Em sua criação que envolve o efeito duotone, Dimetto aliou uma simulação de dupla exposição em fotografias com esse recurso e criou peças inovadoras que fizeram parte de uma exposição na Galeries Lafayette Paris.

Já no universo nacional mais comercial, você pode observar e apostar no efeito duotone principalmente em imagens institucionais, estilização de manuais de marcas ou de campanhas mais enérgicas e criativas, como folhetos de universidades, por exemplo.

O efeito duotone, inclusive, foi caracterizado como uma das tendências de design mais fortes para 2018, assim como os cinemagraphs e a estética dos anos 80. Isso significa que você tem total liberdade de abusar desse estilo.

Como ele é muito amplo e permite o uso de diversas cores, tanto em tons mais chamativos quanto em tons mais discretos, ele pode se encaixar facilmente em qualquer conceito.

Como fazer efeito duotone no Photoshop?

  • abra a imagem em que pretende aplicar o efeito duotone no software de criação;

  • abaixo do painel de camadas, busque por um pequeno símbolo composto por um círculo preenchido pela metade. Essa opção permite a criação de uma nova camada de preenchimento ou ajuste. Ao clicar nela, escolha a opção “mapa de degradê”;

  • na janela que se abrir, você vai encontrar opções pré-definidas de gradientes que podem ser aplicados na sua imagem. Porém, na barra de gradiente, é possível escolher cores personalizadas. A cor do lado esquerdo será aplicada nas sombras e áreas mais escuras da imagem, e a cor do lado direito será aplicada nas áreas de luz ou que estejam mais claras. Personalize-as de acordo com a sua criatividade;

  • você pode nomear a padronagem criada por você e salvá-la no software. Caso você esteja trabalhando em um projeto que necessite de um efeito idêntico em mais de uma imagem, essa ferramenta é ideal para garantir que você vai conseguir essa uniformidade de uma forma bem mais otimizada;

  • se for necessário editar as cores, basta clicar no retângulo ao lado esquerdo do nome da camada e a janela de edição abrirá novamente;

  • salve o arquivo normalmente no formato desejado.

Você acaba de entender, então, em que consiste o efeito duotone e como ele veio evoluindo e possibilitando inovações ao longo dos anos. Ficou claro que ele é um ótimo recurso que pode ser aproveitado de formas diversas e irreverentes, e que deve ser sempre uma opção no momento de conceituar e concretizar projetos.

Agora que você tem esse conhecimento, não deixe de se manter modernizado na sua área. Existem muitos outros recursos interessantes que podem fazer a diferença no seu dia a dia. Confira agora mesmo esse post sobre 10 sites indispensáveis para designers!

Você pode gostar...

4 Resultados

  1. Maysa disse:

    Muito bom. Vocês sempre nos ajudando.
    Obrigada!

    • Gráfica KWG disse:

      Olá, Maysa! Que bom que você está curtindo!
      Ficamos extremamente felizes!

      Para mais conteúdos bacanas como este, continue acompanhando o nosso blog.

      Um abraço!
      Equipe KWG

  2. Guilherme disse:

    Fantástico … não conhecia essa ferramenta!
    Parabéns pelo conteúdo!!!

    • Gráfica KWG disse:

      Ei, Guilherme!
      Ficamos muito felizes que tenha curtido!

      Continue acompanhando nosso blog que sempre postamos conteúdos bacanas como este.

      Um abraço…
      Equipe KWG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This